quarta-feira, janeiro 02, 2008

Os caminhos do Censor são insondáveis

Mamas and Papas1Mamas and Papas2Mamas and papas 3
Como todos reconhecemos, para nós, comuns mortais, o pensamento do censor é insondável, está muito para lá da nossa humilde compreensão.
O caso que aqui apresento hoje, é desses casos. Matutamos, matutamos, mas nada.
A 1ª capa, era a original do excelente primeiro álbum (1966), dos Mamas and Papas. Mas ao que se sabe, a “inteligentzia” norte-americana, hipocritamente puritana como poucas, achou que aquela foto era “demasiado suja”, e vai daí, faz-se um 2ª edição em que a sanita aparecia tapada. Mas nem mesmo assim a coisa os convenceu. Aquilo ficava bem era se se tapasse completamente o “ambiente de WC” . Pois então, que saia uma 3ª edição em que se anule também a banheira.
Pessoalmente, faz-me lembrar aquela história dos ditadores mandarem apagar as figuras dos amigos desavindos das fotos oficiais, o que vindo de um país que se arvora no campeão de democracia, é no mínimo surpreendente.

Nota: - A pedido de várias famílias, aí fica o Here’s a Heart, dos Dave Dee, Dozy, Beaky, Mick and Tich.


Dave Dee, Dozy, Beaky, Mick and Tich - Here‘s a Heart

2 Comentários:

Blogger JC diz que...

Pois a "minha família" agradece. Mas permito-me discordar. Não que a balada não seja agradável, mas como esta e melhores existiram muitas. O que faz a individualidade, a uniqueness, dos "Dave Dee..." são temas como "Hold Tight", "Bend It" e quejandos, puros e duros,mtº perto da bubblegum music, embora concorde que "Hideaway" é já um sub-produto do grupo.
Abraço e mtº obrigado.
JC

5:09 da tarde  
Blogger Yardbird diz que...

Bem, não se tratará de uuma discordância comigo, visto que também não a acho nada de muito espectacular.
Creio que muitas vezes associamos as músicas aos momentos que nos proporcionaram, além de que, vamos moldando o nosso gosto através do tempo (como no caso de que já falámos,o Atlantis, do Donovan).
E concordo, os Dave Dee's são mesmo os do Hold Tight ou do Xanadu

Abraço. Não há de quê

5:27 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home